Alunos e funcionários do Orientar Centro Educacional participam de oficina inclusiva com escritora deficiente visual.

27 maio
0 comentários

No dia 25 de abril, quinta-feira, a escritora Elizete Lisboa visitou o Orientar Centro Educacional e nos agraciou com uma oficina muito divertida.

Nesse dia, nossas crianças aprenderam sobre o Braille cantando músicas, lendo histórias e ouvindo relatos da mineira, que por causa de uma doença chamada Retinose, não enxerga desde os seus sete anos de idade. Aos nove anos, morando com os tios na capital Belo Horizonte, foi matriculada em uma escola para cegos, onde começou sua caminhada acadêmica. Hoje, Elizete é professora e escritora, formada pela Faculdade de Letra das Universidade Federal de Minas Gerais. Conheça mais sobre a escritora Elizete Lisboa aqui!

O trabalho de inclusão dos portadores de deficiência à sociedade não é exatamente atual, porém só agora se faz mais presente. Cultura, Esporte, Educação são algumas das coisas que todo cidadão deve, por direito, ter acesso. Infelizmente apenas uma pequena parcela da população brasileira (e mundial) tem o privilégio de não simplesmente “sobreviver”.

Toda e qualquer iniciativa em prol de uma maior independência física e intelectual de todo ser humano, deve ser aplaudida de pé. Uma “simples” rampa de acesso em uma calçada faz a diferença na vida de um cadeirante. Mexemos com o brio de uma pessoa quando lhe damos segurança e mostramos que o mundo lá fora também o pertence. Quando motivado, não há deficiência que possa impedir o ser humano de se superar!

 

Deixar seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.