Educação Infantil

Educação Infantil


Grupos de Crianças de 03, 04 e 05 anos

Objetivos da Educação Infantil:

– Proporcionar à criança da Educação Infantil oportunidade para que a partir do seu real ambiente possa:
– Desenvolver-se física, psicológica e socialmente;
– Crescer em habilidades sociais e integrar-se no grupo;
– Utilizar seus sentidos e a partir dela mesma, enriquecer seu conhecimento sobre o mundo:
– Adquirir outros conhecimentos;
– Atingir o equilíbrio afetivo-emocional próprio da idade;
– Estruturar as experiências vivenciadas numa tentativa de organização do conhecimento.

POSICIONAMENTO DO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL PELO “O R I E N T A R C E N T R O E D U C A C I O N A L”

Ao elaborar essa Proposta Curricular buscou-se em Piaget, Bloom, Gesell e Bruner os fundamentos relacionados às teorias de desenvolvimento e da aprendizagem infantil, não perdendo de vista, no entanto, as experiências realizadas na rede oficial de Ensino de Goiás, as diretrizes da Lei de Diretrizes e Bases n° 9394/96 e do Referencial Nacional para a Educação Infantil, do Conselho Estadual de Educação de Goiás e do Conselho Municipal de Educação de Goiânia visando a universalização do Ensino Infantil.

Duas pesquisas forneceram base para a elaboração dessa proposta curricular . A primeira – “Marginalização Cultural: Subsídios para um Currículo de Ensino Infantil em Brasília “, realizada no Distrito Federal , pela psicóloga Anna Maria Poppovic, em 1974, que destaca a necessidade de introduzir no currículo uma programação relativa às características psicológicas da criança, bem como aspectos culturais, sociais e físicos do ambiente familiar desses alunos, aspectos esses evidenciados como pontos importantes na presente proposta. A segunda pesquisa – “Caracterização da Criança Pré – Escolar, no seu Desenvolvimento Cognitivo”, baseada na teoria de Piaget, cujos resultados indicaram que nossas crianças de 2 a 6 anos, classificadas no período pré – operacional, pôr Piaget e seus colaboradores.

Assim, a estrutura curricular desse documento emanou dos aspectos psicológico, sócio – cultural e biológico, para os quais foram estabelecidos os objetivos instrucionais e algumas evidências de aprendizagem, pertencentes à faixa de 2 a 6 anos, como um todo integrado. Sugere-se, também, algumas situações de aprendizagem, sequenciadas, de acordo com abordagens específicas, que servirão de diretrizes para o professor operacionalizar o currículo, em termos de atividades abertas e flexíveis, podendo, conseqüentemente, enriquecê-las e ampliá-las para atender as necessidades dos alunos.

O esquema integrado tem como finalidade proporcionar maior flexibilidade ao seu desenvolvimento e dar oportunidade a criança de demonstrar um rendimento adequado às suas possibilidades e de ter um atendimento apropriado ao longo do curso. Esse atendimento objetiva, também, oferecer às crianças matriculadas / na Escola na faixa de 4 a 6 anos oportunidades de crescimento / biopsico – social, além de dotá – las de certa prontidão para o seu ingresso no Ensino Fundamental. Optou-se por essa Proposta Curricular por entender – se que assim, a criança será assistida individualmente , de acordo com os interesses, necessidades e capacidades pessoais, independente do período que estiver cursando.